SharePoint
Por uma repartição mais justa
06/12/2019 09:00
João Carvalho

​Recordar Delmiro Carreira, um Homem Sindicalista que teve a visão de futuro, é inseparável da comemoração dos 25 anos da nossa “menina dos olhos”: o SAMS neste caso o Hospital. Não é demais enaltecer a visão estratégica que teve na altura, permitindo, também por isso, termos ainda hoje o melhor sistema de saúde privado dos Bancários e um dos melhores do País.

Juntos na construção do Mais Sindicato, com a aprovação do Programa de Ação e dos novos Estatutos nos Congressos recentemente realizados sob o lema “DERRUBAR BARREIRAS CONSTRUIR FUTURO” é dado mais um passo na organização sindical que tem por objetivo o reforço da defesa dos direitos dos nossos Colegas Bancários.
Mas os Bancários, classe sempre disponível para as soluções de maior exigência e esforço profissional, não têm visto a repartição da riqueza criada na Banca e no País – consequência, também, da desigualdade que tem vindo a aumentar, como revelam os dados de um inquérito do Banco de Portugal. As conclusões desse inquérito demonstram um aumento dos mais ricos: em 2010 possuíam 51,6% da riqueza total, mas em 2017 alcançaram 53,9%.
Na política de rendimentos para 2020 apela-se à repartição mais justa da riqueza criada, tendo como base não só o aumento dos preços (IPC) no País, uma variável a ter em conta, mas, também, o aumento de produtividade verificada no setor, sendo que uma parcela da riqueza deve ser canalizada para o Trabalho. Caso contrário, as desigualdades continuarão a aumentar.
Estamos ainda em três mesas negociais, a saber: CGD; FENACAM e Eurobic. A revisão dos clausulados decorre a bom ritmo, sendo previsível que nos próximos dias haja um acordo de princípio para o AE do Eurobic. Os restantes continuarão o seu curso normal de análise e discussão de propostas e contrapropostas.
Chegados ao fim do ano, e tendo os Sindicatos informação de que praticamente todas as IC cumpriram o acordado em termos de retroagirem a janeiro a atualização salarial – o que é sua obrigação – para nós são notícias positivas.
Com os Orçamentos à porta, esperamos que a Banca inscreva nos Orçamentos rúbricas de aumento salarial acima de 1%. Queremos logo no início do ano dar andamento ao processo negocial para 2020.
Para finalizar, desejo a todos os Colegas e suas Famílias votos de um Santo Natal e que 2020 traga a todos saúde, paz e amor, procurando assim construir uma sociedade mais
justa, mais solidária e com melhores condições de vida e de trabalho.