SharePoint
Atendimento Permanente

Serviço de Pediatria concentra-se no Centro Clínico

25/11/2016

​A partir de 1 de dezembro, os serviços pediátricos do SAMS concentram-se no Centro Clínico, em horário diurno. Hospital CUF Descobertas assegurará urgências noturnas

A reorganização do Atendimento Permanente Pediátrico do SAMS, e a sua concentração no Centro Clínico deve-se à necessidade de rentabilizar, de forma mais adequada, os atuais meios disponíveis à procura efetiva deste serviço.

A partir do dia 1 de dezembro o Atendimento Permanente Pediátrico (APP) passará a funcionar exclusivamente no Centro Clínico de Lisboa, na Rua Fialho de Almeida, 21, entre as 8h00 e as 22h00 nos dias úteis, e das 8h00 às 20h00 aos fins de semana e feriados.

Para assegurar que no período das 22h00 às 8h00, quando se verificar a necessidade de recurso ao APP, os beneficiários continuem a usufruir do mesmo tipo de serviço, e nas mesmas condições, o SAMS-SBSI celebrou um protocolo com o Hospital CUF Descobertas.

Nos termos do protocolo, em caso de necessidade – mas unicamente no horário referido – deverá dirigir-se diretamente ao AP Pediátrico do Hospital CUF Descobertas, bastando para tal apresentar o cartão do SAMS.

Os beneficiários serão atendidos e orientados conforme a situação clínica, sendo-lhes entregue uma nota de alta desse episódio de AP, cuja cópia será também enviada ao médico pediatra que acompanha a criança no SAMS.

No final do atendimento, o acompanhante responsável pela criança só deverá assinar um comprovativo da assistência prestada, nada tendo de pagar, como ocorreria se fosse atendido no APP do SAMS.

Internamento

Caso seja necessário internamento, este poderá ocorrer no Hospital CUF Descobertas, se a situação clínica o permitir; se a gravidade/complexidade da situação a isso obrigar, a criança será referenciada a um hospital público, tal como até aqui.

Os encargos para o beneficiário relativos a esse internamento serão idênticos aos que suportaria se o internamento se verificasse no Hospital do SAMS.

Qualquer questão ou dúvida poderá ser esclarecida pelos canais habituais ou ainda através do email APPediatrico@sams.sbsi.pt

O peso da demografia

Mesmo num universo composto por quase 15 mil beneficiários com menos de 18 anos, o recurso ao Atendimento Permanente de Pediatria é diminuto para garantir o equilíbrio do serviço.

Segundo o presidente do Conselho de Gerência do SAMS, "a experiência de três anos é bastante para concluirmos que a procura é insuficiente para assegurar a sua manutenção, pois um serviço com pouca procura não assegura as dinâmicas que devem imperar num serviço de qualidade".

Um fator que ajuda a explicar as mudanças na urgência pediátrica é o atual panorama demográfico do País. "Nascem cada vez menos crianças, e face a esse panorama devemos acautelar a qualidade dos serviços de saúde a este universo específico, que merece uma grande atenção da nossa parte tendo em conta que é ele o futuro da nossa sociedade", explica Rui Riso.

Sendo incumbência do SAMS "a cada momento procurar adaptar a oferta à procura", foi decidido proceder às alterações agora anunciadas. No entanto, adianta o presidente do SBSI, "quando a demografia evoluir no sen​tido de uma renovação da população portuguesa, com mais nascimentos e mais crianças, cá estaremos para equacionar a reimplementação da pediatria no nosso Hospital. Temos todas as condições e profissionais qualificados para
reabrir e reimplantar este tipo de serviço"
.