SharePoint
Negociações do ACT

Expectativas goradas na revisão salarial

10/07/2018

Se o bloqueio negocial se mantiver, a Febase vai avançar com ações de luta e conta com a mobilização dos bancários

Inês F. Neto

A banca continua a resistir às propostas dos Sindicatos. Após a reunião de dia 22 de junho, era com expectativa que o grupo Negociador da Febase aguardava que na reunião de 4 de julho fosse apresentada uma contraproposta que finalmente desbloqueasse as negociações.
Mas mais uma vez a Febase foi confrontada com um “silêncio ensurdecedor” por parte das IC.
Tal posição leva os Sindicatos a concluir que existe uma clivagem no grupo das IC, entre os que dão corpo à ideia de que os trabalhadores bancários são o “melhor ativo” das suas empresas… e os outros.

Mobilização

Como já foi diversas vezes afirmado, é entendimento da Febase que as IC estão apostadas em protelar estas negociações, pensando que vencem os bancários pelo cansaço. Nada mais errado!
Deste modo, a Federação informa os bancários de que se a situação não for desbloqueada na próxima reunião, agendada para 17 de julho, os Sindicatos da Febase irão promover iniciativas chamando a atenção para a situação, as quais poderão culminar com ações de luta – contando para isso com a mobilização de todos os trabalhadores bancários.
A Febase não pretende quebrar a paz social no setor. No entanto, esta insensibilidade empurra a classe para um “beco sem saída”.
Os bancários querem justiça com dignidade.